terça-feira, 27 de maio de 2014

ANÁLISE DA VOZ (Paula Fernandes - Não Fui Eu)



 Embora seja  umas das vozes feminina mais bonita da atualidade, acho que em parte se deve por seu registro vocal ser contralto, o que é muito raro para uma mulher, principalmente pelo biotipo físico, a voz de Paula Fernandes possui vícios e erros seríssimos.

 1 ) Uma excessiva nasalidade vocal, pois ela emposta sua voz muito nos seios nasais, o que deixa a produção das palavras, muitas vezes incompreensíveis, isso prejudica o texto e a compreensão por parte dos ouvintes.

 2 ) Sua articulação é horizontal, ela contrai os cantos da boca, indo com os mesmos na direção do ouvido, em vez de articular na vertical, movimentando a mandíbula inferior para baixo. Isso também é um vicio que muitos possuem, ao confundirem a articulação que é mandibular com movimento dos lábios, no caso dela, contraindo os cantos da boca, a famosa articulação-sorriso, que é totalmente errada e ainda ajuda na nasalização dos sons.

 3 ) Sua voz é amplificada, processo que chama empostação vocal, com exagero pelos seios nasais e pelo palato duro. No caso do palato duro, Sua voz fica presa e abafada, por não articular com a mandíbula e sim com os lábios. O palato duro é uma excelente caixa de ressonância, mas somente quando a articulação é perfeita, quando isso não acontece, sons de vogais fechadas Ê, Ô, Â, são completamente nasalizados e ficam sem brilho e ainda perdem harmônicos vocais.

  4 ) O prejuízo aparece exatamente quando ela caminha com sua voz para a região aguda no trecho da música "Você vai me culpar", onde ela sai do registro médio grave para o registro médio agudo, som vocal, erroneamente confundido com falsete, no caso dos registros femininos, onde vemos que sua extensão vocal fica prejudicada e também limita sua naturalidade para produzir notas agudas.


  5 ) Ela possui bruxismo, alta contração da musculatura da mandíbula, o que provoca tanto nasalidade , soprosidade , e dificuldades durante a produção sonora, e ainda diminui a  articulação vertical, que é a movimentação da mandíbula para baixo e para cima, dificultando e entonação da voz.

  Tudo isso pode ser tratado e eliminado com a aplicação da Técnica Alexander, que irá trabalhar todas as musculaturas deficientes, liberando sua mandíbula inferior, e favorecendo uma articulação natural e sem defeitos, e com a aplicação da Técnica Bel'Canto que irá corrigir todos os erros de empostação e entonação vocal, produzindo um som redondo e aveludado, principalmente na região aguda de sua bela e magnifica voz, levando a beleza do som que é ouvido no trecho da música "Não fui eu", pois essa região por está dentro de sua tessitura vocal, região de conforto, não tem tem nenhum defeito ou erro.

16 comentários:

  1. Perfeito, parabéns!!! Pena que, ao que parece, ela ache tudo isso bonito... eu acho horroroso e não consigo ouvi-la cantar. Espero que isso chegar até à cantora, para que se trate o mais rápido possível.

    ResponderExcluir
  2. Independente de qualquer coisa, a Arte não é apenas técnica, mas sentimento também, ao meu ver Paula Fernandes tem uma ótima postura como artista e consegui SIM, emocionar. Tá cheio de pessoas por aí com técnica apurada, e que não consegue transmitir nada em sua Arte. Enfim..tudo deve ser levado em conta. :) !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com você "arte é arte". Mas não analisei-a como artista nem como ser humano, simplesmente analisei sua performance vocal, pois além de professora de canto sou também escritora, isso tudo me interessa, e também acho a voz dela uma das mais bonitas vozes do Brasil.

      Excluir
    2. A arte de interpretar textos tbm faltou a você Arcádia..r.s

      Excluir
  3. Eu também sempre achei que ela não abria a boca direito na hora de cantar, parecendo que está com preguiça, sei lá. A nasalidade dela também está no Luan Santana, em geral, os cantores de sertanejo universitário canta dessa forma pensando que soam mais românticos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na maior parte dos erros de empostação e entonação vocal, a origem está na "imaginação sonora", uma referência de som e melodia que achamos ser verdadeira, daí surgem esse monte de cantores que possuem a mesma voz. Isso é um erro de empostação e entonação vocal.

      Excluir
  4. Entendi, mas o que mais chama a atenção você nem citou. A pronúncia dos "esses" como se fossem "xis". Tipo " eu xei e voxê xabe..." sotaque tipicamente carioca (apesar de mineira)extremamente desagradável. Parece que tem um twiter na boca!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom, essa troca horrorosa do C pelo X, era algo que iria comentar no próximo post. Mas, como você já adiantara, esse problema de dicção, não é do sotaque Carioca, pois este troca o S pelo Xz, e não como você escreveu em seu comentário. Até porque o sotaque de uma amazonense parece com o sotaque Carioca, mas não trocamos o C pelo X ou CH, principalmente no final das frases. Isso é um erro de dicção.

      Excluir
  5. Sinceramente eu não consigo engolir a voz dessa mulher.

    ResponderExcluir
  6. Eu acho o timbre dela lindíssimo! Mas realmente, ela tem costume de "comer as palavras" enquanto canta, as vezes temos que fazer esforço para entender a letra da canção. Quanto a nasalidade, sequer noto no caso dela... Contudo, minha mãe que não gosta da voz dela, sempre diz: "essa mulher canta com a voz fanha"!

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  9. Eu acho que ela canta até bem, mas tudo o que foi falado por sua análise vocal é tudo verdade e ela precisa melhorar muito. Sua voz é bonita grave chega nos tons masculinos admiro isso.

    ResponderExcluir
  10. Essa semana a Globo parece que está fazendo bullying com a cantora, repetindo toda hora ela cantando "Vai xitregá pa mim"... concordo com tudo que você falou, com a bela voz e com todos os problemas articulatórios, mesmo não sendo especialista na área...

    ResponderExcluir
  11. Toda essa análise vocal é verdadeira, mas é insuperável, a melhor da atualidade.

    ResponderExcluir

Quem sou eu

Minha foto

Nasci em Parintins no Amazonas. Vivi no meio da mata onde enfrentei todos os perigos que pessoas  da cidade nem imaginam que existe. Aprendi tarrafiar. Pescar piranha preta e vermelha. Vi meu cachorro ser despedaçado em três pedaços por um tamanduá bandeira de três metros de altura. Cacei veado vermelho e roxo. Tirei jacaré açú da malhadeira. Arranquei tatu do buraco. Arranquei mandioca grande da terra sem quebrar. Cacei cutia. Paca. Comi macaco prego. Onça. Quati. Porco espinho. Fiquei encurralada por um bando de queixada. Comi papagaio em tempo de fome. Peguei juruti na arapuca feita de pau. Tomei água de cipó d'água. Apanhei com pedaço de lenha do fogão de barro. Roubei ovo de inambú açú. Peguei mauari na malhadeira de mica. Mergulhão. Garça branca e morena. Andei sobre o matupá. Vi anhingal andar no rio. Fugi de caba tatu. Levei ferrada de caba de igreja. Fui mordida por piranha vermelha que levou um pedaço do meu dedo. Consegui fugir e me tornar uma das melhores professoras de canto do país. E outras coisas que só caboclo sabe...

Follow by Email